ESSÊNCIA



Das singulares encostas do Douro, das terras rudes e viris, dos vinhedos, emerge um espírito livre, irreverente, encantador e louco. O que é a vida sem o tempero dos momentos loucos, únicos, apaixonados, excitantes, misteriosos, em que despertamos o deus ou o diabo que há em nós? Em que pisamos os limites, mas também nos sentimos mais vivos.

Baco ou a reencarnação do seu espírito, capaz de fazer despertar os nossos inconfessos segredos, de nos deixar cair nas mais doces tentações, dando pleno sentido às máximas "joi de vivre", "dolce fare niente", "carpe diem"... onde alma, corpo e sentidos se conjugam.

MISSÃO



Exlibris Baco tem uma missão divina...ser o libertador, conselheiro e o seu cúmplice dos momentos mais ousados. Seduza ou deixe-se seduzir por este deus endiabrado!

VISÃO



Integrado no Alto Douro Vinhateiro, na magnífica paisagem que revela um trabalho impressionante feito pelo homem e elevado pela UNESCO a Património Mundial da Humanidade, em 2001, nascem néctares que dão vida a este espírito irreverente e ousado.

Se o nome Baco reflete este espírito, o título Exlibris que o antecede, oriundo do termo ex-líbris, intensifica-o uma vez que falamos de uma seleção de vinhos com características singulares e, por isso, com edições limitadas logo de emoções, sensações e prazeres irrepetíveis. No mito, ao tornar-se adulto, Baco apaixona-se pela cultura da vinha e descobre a arte de extrair o suco da fruta. Exlibris Baco sugere-lhe que extraia o melhor da vida, vivendo intensos, e porque não excessivos, momentos de cumplicidade.